sexta-feira, setembro 03, 2010

Não há Festa como esta!



    Não sou "comuna".Não sei o que sou.Nem sei se sou alguma coisa.Não que isso interesse para  alguma coisa.
    Para falar verdade a militançia exacerbada até me faz uma certa confusão.
A quantidade de imagens do Che Guevara por metro quadrado chega até a ser incomodativa,mais que não seja pelo facto de que a maior parte das pessoas que envergavam esta imagem nem saberem muito bem o que ela representa ou o seu significado real.
Dito isto,lá estarei este fim de semana mais uma vez.
Este "hábito" nasceu quando era mais jovem,provavelmente incutido pelos meus pais,que sendo frequentadores assiduos,também não são comunistas.
Não me preocupa o facto de,indirectamente,estar a ajudar ao finaciamento do partido que organiza a festa.
Vou porque gosto,porque me divirto,porque a comida e a bebida é boa e barata.
Vou porque gosto da feira do livro,do disco e até da feira da ladra.
Vou porque sente-se uma sensação de liberdade e comunhão pouco vista no nosso pais.
Vou porque realmente não há festa como esta.
   

4 Comentários:

Odin disse...

Não ajudas indirectamente, ajudas directamente.
A festa é uma reentre de um partido politico, dissimulada de festa popular.
A comunhão de um jogo de futebol por vezes pode ser encarda como a dessa "festa" principalmente antes durante o jogo quando se está a ganhar!
Eu não iria a um jogo do Sporting por causa da festa que por lá se faz.
Mas entendo a tua posição em relação àquilo que os teus pais te incutiram. Eu também ia à missa todos os Domingos! António

Shiver disse...

A questão é que ao contrario de ti,não vejo o pcp como vejo o scp lol.
Se calhar não me expliquei bem em relaçãoaos meus pais,não foi uma "evangelização" que me tentaram fazer,levavam-me á festa,não para me incutirem ideiais ou ideologias politicas mas porque acharam que iria gostar e ainda bem que o fizeram.
Iria á festa na mesma se fosse do PS,PSD,CDS,BE, menos do FCP :)
Também tinha uma tia que me levava regularmente á missa e até me obrigava a cantar mas felizmente acordei para a vida e nunca mais lá fui.......

Marta disse...

Eu nunca fui mas a cada ano que passa me sinto mais tentada, provavelmente para o ano não escapa. E penso como tu, não tem de haver sentido politico porque eu estou a borrifar-me para isso ;)

Odin disse...

Já diziam os Mata Ratos:
"Quando eu era novo eu ia à igreja
Agora que cresci vou pró bar beber cerveja
Quando eu era novo eu ia rezar
Agora que cresci já não me vão enganar" :)

Com tecnologia do Blogger.