quinta-feira, janeiro 20, 2011

, , , ,

Damien Hirst

Damien Hirst é um artista britanico, o mais proeminente do grupo Young British Artists,tendo dominado a arte britânica durante a década de 90 e sendo amplamente conhecido internacionalmente.
A morte é o tema central da sua obra, que sempre esteve rodeada de grande polémica mais ou menos premeditada e por conseguinte de um grande seguimento mediático; por exemplo, as autoridades de Nova Iorque proibiram a exposição do seu "casal morto fodendo duas vezes", dos cadáveres de um touro e uma vaca flutuando em formol. Esta última pertence à sua série de obras mais conhecida, Natural History na qual distintos animais mortos como um tubarão, uma ovelha ou uma vaca são conservados e por vezes cortados dentro de tanques de formaldeído.

O seu trabalho mais icónico e polémico, The Physical Impossibility Of Death In the Mind Of Someone Living (Impossibilidade física da morte na mente de alguém vivo), um enorme tubarão tigre numa vitrina cheia de formaldeído, foi vendido em 2004 como a segunda obra mais cara de um artista em vida (depois de Jasper Johns), rondando os dez milhões de dólares.
Em Agosto de 2007, este escultor vendeu por 100 000 000 USD (cem milhões de dólares), a obra 'Pelo amor de Dios', que consiste num crânio com mais de oito mil diamantes incrustados. O montante desta transacção é o mais alto pago até à data por uma obra de um artista vivo.
Hirst registou um novo recorde para um leilão dedicado a um único artista, cujo anterior detentor era Pablo Picasso, com um leilão de 88 das suas obras que se traduziu num lucro de 20 milhões de dólares em 1993.

Goste-se ou não,a verdade é que ninguem lhe fica indiferente.










0 Comentários:

Com tecnologia do Blogger.