sexta-feira, maio 27, 2011

, , , ,

Quanto valerá o silêncio?

As palavras nunca jogaram muito a nosso favor,causando muitas vezes mal entendidos seguidos de momentos incómodos e algumas discussões idiotas.
Neste caso,depois de esgotadas as palavras,após algum cansaço e desanimo que ainda hoje me atinge quando penso nisto,o silêncio chegou para ficar.
Mesmo assim a mensagem ou a ausência da mesma parece que não fez efeito nenhum........
Cheguei á conclusão que se alguém for quebrar o silencio terei mesmo que ser eu.
Mas não sei se quero,se me apetece,e se valerá realmente a pena.


31 Comentários:

S' disse...

Às vezes é mais difícil interpretar os silêncios... e eu acho que devias ser tu a dar o braço a torcer :/ as mulheres são muito orgulhosas, ela nunca vai falar (não devia falar no geral, eu sei)

Shiver disse...

Para mim S',o silencio é uma forma de protesto educado,pk não gosto de discussões e peixeiradas.
Não posso dar o braço a torcer,não fiz nada de mal e mesmo assim para isso acontecer teria que existir vontade e um compromisso de parte a parte que eu sei que não vai acontecer.
E aqui estamos a falar de uma simples amizade,que esfriou,com muita pena minha.
Quando tu sentes que a pessoa não precisa de ti nem faz questão de te ter por perto então tb não serei eu a procurar uma reaproximação que não é desejada por ambos.

Ana disse...

É engraçado... fazes-me muito lembrar uma pessoa que me é muito próxima. O que tem de engraçado é o facto de eu ler as tuas palavras e perceber melhor a outra pessoa. Sabes, deste lado (das mulheres ou, pelo menos, do meu), o silêncio magoa mais do que palavras. Muito mais. Eu prefiro que discutam comigo, que deixem sair a raiva toda, tudo o que querem ou não dizer, para as coisas depois melhorarem. O silêncio traz mágoa, afastamento... e muito sofrimento. E olha que tenho sido sempre eu a puxar por essa pessoa quando ela se afasta. E isso porque a quero muito na minha vida, e não a quero deixar ir. Mas olha que só o faço ao fim de alguns meses (sim, eu tenho orgulho!)... por isso... acho que se ela realmente te quiser na vida dela, deves aguardar mais um bocadinho para ver se ela também se mexe. Se estiveres mesmo com muitas, muitas saudades, e sentires que ela também as sente e simplesmente tem medo de dar o passo (o que é diferente)... fala com ela :) Sei que se os conselhos fossem bons não se davam, vendiam-se, mas era o que eu faria.

Beijinhos e um bom dia, ex-anónimo :P (YAY! VITÓRIA SOBRE O BLOGGER!)

Autora de Sonhos disse...

Há silêncios tão silenciosos no tempo que nos fazem questionar o seu verdadeiro significado.
Consigo perceber....

Rosie disse...

O silêncio pode querer dizer tanta coisa. O silencio às vezes assusta-me.

Gypsy disse...

Concordo com o comentário acima da Ana.. Para as mulheres (ou pelos menos para algumas visto que neste caso já somos duas) o silêncio magoa muito mais.. leva-nos a pensar que a outra pessoa nao quer saber de nós nem está interessada.. E por essa razão também nós acabamos por nos afastar. É como uma bola de neve, uma coisa leva sempre à outra.. Nao te vou dizer o que no teu caso faria pois eu também nao iria saber.. Só te posso dizer para seguires o teu coração (aliado um pouquinho com a razão) :)

S' disse...

tratando-se de uma amiga acho que devias falar com ela. E sim, eu também uso o silencio dessa forma porque odeio discussões... mas o certo (e acho que ambos concordamos), é que o silencio não resolve nada :/

B. disse...

pode-se dar o braço a torcer, se é algo que ocorre bastantes vezes talvez seja um caso a repensar

Shiver disse...

Bem a menina Ana hoje esta inspirada :)
O meu silencio resultou da tristeza mas nunca o usei para magoar,não é essa a minha intenção.
Não fiquei mais alegre nem mais feliz,antes pelo contrario mas é a única alternativa neste momento,porque gosto muito de mim,porque sei aquilo que dei e o que recebi,e porque como disse á S',do outro lado parece que esta tudo bem,que não se passa nada e como tal é assim que vai ser.
Modéstia á parte,sei que ficamos os dois a perder mas é assim a vida :)
Obrigado pelo teu texto,gostei muito.

Shiver disse...

Olá autora de sonhos e bem vinda.
Neste caso o problema é que não há assim tantas duvidas,está tudo muito claro para mim.
Enquanto as tive não me remeti ao silencio,tentei mas agora já não :)
Já agora faz e manda lá uns sonhos porreiros,estou a precisar ;)

Shiver disse...

É verdade Rosie,mas eu sei o motivo do silencio de ambos neste caso.
Só me faz confusão o pouco valor que se dá a certos gestos,acções e pessoas.

Shiver disse...

Gypsy,decidi desta vez ouvir a razão,o coração que espere :)
Se andares alguns posts para traz está la a frase que diz tudo,quem nos quiser na sua vida arranja sempre uma forma de nos ter.
Isto aplica-se ao amor,á amizade,á familia,etc.

Shiver disse...

S' não o vou fazer,já nem é uma questão de birrinha ou orgulho,é apenas pk sei que a)nunca me vai dar razão; b)vamos acabar a discutir e no fim se calhar pior do que estamos agora ; c)preciso de encerrar o assunto cá dentro,percebes?
As palavras nao levaram a lado nenhum,o silencio vai pelo mesmo caminho mas ao menos em silencio tenho mais paz e tranquilidade :)*

Ritinha disse...

O silêncio é sempre algo difícil de perceber.
E depois tens que ser tu próprio a perceberes o que está em jogo e se vale a pena quebrar o silêncio.
Uma amizade é sempre algo valioso, por muitos erros que se possam ter cometido!

beijinho

Shiver disse...

B. é isso mesmo dei o braço a torcer algumas vezes com resultados bons mas só no imediato,passado algum tempo voltou ao mesmo.
Por repensar é que cheguei onde estou e apesar de ressentido,estou de consciência tranquila e isso é obrigatório para mim.

Shiver disse...

Ritinha sei o que esta em jogo,a outra pessoa tb sabe e cada um assume os seus actos ou a falta deles.
A amizade é tão ou mais importante que o amor para mim,por isso é que me custa mais.

beijinho para ti tb,se não fosses do porto eras uma miúda porreira :P:P:P:P****

M(S) disse...

Viva Shiver
espero que este comentário te encontre já com algum (mais) ânimo, após a conversa em tons de desabafo que já tens mantido com estes teus, e tão queridos, e-amiguinhos da blogosfera ;)
eu sei do que falas... daquelas discussões que surgem do nada, por assuntos mesquinhos, e se por ventura algum dos 2 cai no erro de escolher mal as palavras que dizer ao outro, "cai o Carmo e a Trindade"... (nem vou falar, quando estas discussões são via MSN, onde nem expressões faciais se veem xD)
sou obrigado a dizer que vais ter de ser tu a falar com ela, se realmente estás disposto a "perdoar" pelo equívoco... as mulheres são mesmo assim! QUEM AS PERCEBE, REALMENTE?
olha... um grande abraço e sabes que contas com as dicas e conselhos deste pessoal, como podes ver! Desabafa à vontade que, aqui, há sempre alguem que te ouve ;)
M(S)

( http://o-meu-mundodalua.blogspot.com )

Shiver disse...

Sempre com animo,agora ainda mais que é fim de semana :)
É verdade,arranjei um grupo de meninas muito queridas e inteligentes,por isso é que gosto tanto de trocar ideias com elas.
Nem vale a pena falar do msn,esquece lá isso,grande asneira mesmo discutir através dele.
Não vai chegar fase do perdoar pk para a outra pessoa não há nada a perdoar percebes?

O meu blogue é o muro das lamentações quando tem que ser mas também das alegrias e das coisas boas da vida :D

Abraço e obrigado pela visita

Marta disse...

Infelizmente sempre tive grandes problemas pelo facto de não saber estar mais vezes em silêncio. Teimo em falar e cedo sempre, mas isso não me tem levado a lado nenhum. Vou começar a optar por estar calada mais vezes, pelo menos para quem não entende as minhas palavras.

Shiver disse...

Já somos dois,mais vale calado do que dizer asneiras ou algum tipo de mensagem que não chegue ao alvo pretendido.

R. disse...

O silêncio é, muitas vezes, mais podereoso do que qualquer conjunto de palavras. E sim, se não entendem o teu silêncio como forma de protesto contra a intolerância das palavras, não é de todo legítmo que tenhas que o quebrar. Ceder não é sinal de fraqueza, mas não ceder também não é sinal de insensibilidade... antes pelo contrário...

Benedita disse...

Este post Shiver... Humpf!

Falei durante muitos anos... monólogos gigantescos.

Finalmente, aprendi a ficar em silêncio. E não, não porque espero torcer ou que torçam o braço.
Silêncio, porque simplesmente... desisti.

Beijos

Shiver disse...

a srª hoje acerta em todas,cada tiro ,cada melro ;)

R. disse...

Inspirada pela música :)

Shiver disse...

Eu monólogos nem por isso,pura perda de tempo,neste caso fui obrigado ao silencio como forma de "responder" ao silencio que recebi.
E tb não estou á espera que aconteça algum milagre,já não acredito no pai natal.

jokas

Shiver disse...

R. por aqui é igual,a musica toca o dia todo ;)

R. disse...

Sabes que descobri uma música, por acaso... Estou a ouvir o álbum e, ao contrário do que acontece sempre, adoooooro todas as músicas... Nunca me aconteceu. É delicioso. E é a minha forma de "lavar a alma"... e sentir que a vida é mesmo alegre e vale a pena. Não há melhor forma de acabar o dia :)

Shiver disse...

Esta-me a aconteçer isso,ja fiz muita publicidade,ao ultimo album dos incubus,é muito bom,gosto de todas.

Qual é o teu ja agora?

estrela disse...

ora este post é de quando? dia 27 nesta altura já deves ter quebrado o silencio...o meu conselho apesar de não saber se é para dar pq aprendi que os conselhos só se dão se nos pedirem...segue o teu coração!!

Shiver disse...

Estrela,desta vez nao sigo conselhos,nem teus nem do meu coração.
Ta decidido,vai ser silencio,nao total com a pessoa em causa mas relativo a este assunto,nadinha.

Mas agradeço na mesma,obrigado :)*

S' disse...

só vim dizer que isto (leia-se, a blogosfera) anda muito parada

Com tecnologia do Blogger.