quinta-feira, fevereiro 20, 2014

, , , , , , , , , ,

I Am a Ukrainian


Quem me conhece sabe que não sou nem nunca fui a favor da violência.
As imagens chocantes que nos tem chegado da Ucrânia não deixam ninguém indiferente.
Não me interessa discutir politica nem religião, pelo menos não aqui nem agora.
Guardo apenas a voz e a força de um povo que não se deixou "comer" pelos parasitas que nos/os governam no que parece ser á distancia mais uma ditadura corrupta, opressiva e castradora.
Sem qualquer tipo de incitamento á violência, que não é o objetivo deste post, sinto que o povo português é mansinho demais, come e quase cala, correndo o risco um dia se ver numa situação semelhante a esta e a tantas outras.
Estão pessoas neste momento nas ruas de Kiev (e na Rússia e na Venezuela, etc.) dispostas a dar a vida por um futuro melhor para eles e para as gerações futuras.
Aqui é muita manif, muita greve, muita conversa sobre o 25 de Abril mas de resto pouco sobra.
Aproveitemos este momento quando a guerra, a luta e o sangue ainda estão lá longe e pensem o que realmente queremos para a nossa vida e para o futuro deste pais.

Deixo um testemunho e um pedido de ajuda que está a correr o mundo de uma jovem ucraniana que "tenta" explicar o porquê de tudo o que está a acontecer por lá.
Impressionante.
Se acharem importante partilhem.


10 Comentários:

Duckman disse...

Já escrevi no meu tasco sobre a situação da Ucânia e é uma situação que me preocupa muito muito mesmo. tenho aliás um colega Ucraniano no curso de cozinha e falo muito com ele sobre a situação no país dele e sempre consegui ter uma visão, no mínimo, diferente da que apareciam na TV.Mas estou muito preocupado com o problema geo-político que a Ucrânia levanta.

Imprópriaparaconsumo disse...

É preocupante o que se vive em tantos países deste mundo. Essas pessoas corajosas que lutam pelos seus direitos, sem medo de gritar bem alto o que se passa.
Realmente, não só os nada assim.

Ritinha disse...

Este vídeo deixou-me com as lágrimas nos olhos a primeira vez que o vi.
O que está a acontecer na Ucrânia está-me a marcar muito. Ver um povo a lutar pela sua liberdade como eles estão a lutar, deixa-me sem palavras.

Shiver disse...

Duckman agora parece que já está mais calmo....

Shiver disse...

Impropria talvez um dia nos cansemos de ser governados por esta gente e depois logo se vê....

Shiver disse...

Os ucranianos são um exemplo para todos nós Ritinha.

Marta disse...

São imagens duras de uma realidade que parece cada vez mais próxima de nós. Odeio guerras, a guerra, a luta pelo poder...é lamentável o que se passa na Ucrânia, tanto quanto em todos os outros lugares do mundo onde a guerra ceifas vidas, diariamente.

Duckman disse...

Shiver como disseste e bem, "parece". eu não me deixava iludir por essa aparência. a Ucrânia é uma país muito dividido e mesmo literalmente no centro da europa. E essa é uma das razões para ter um medo enorme com o que lá se passa.
E não te esqueças do que aconteceu ontem na Crimeia (com autonomia apesar de pertencer à Ucrânia) sendo que a Crimeia tem um conjunto de características político-religiosas muito próprias.

Shiver disse...

Vamos ver o que acontece daqui para a frente.
Que nos sirva de exemplo e de lição.

Mark disse...

Pior do que o problema interno na Ucrânia é esta ingerência inadmissível da Rússia, tenha lá os motivos que tiver. É uma violação da soberania de outro Estado. Com esta brincadeira ainda provocam uma guerra. :(

Com tecnologia do Blogger.